Inglês – Português – Essa ponte deve ser usada nos seus estudos de Inglês?

 

Olá amigos! Uma ponte nos leva de um ponto A até um ponto B, certo? Mas para se chegar ao destino, devemos escolher uma única opção?

 

Inglês desde o primeiro dia?

 

Vamos lá: uma pessoa que nunca tenha estudado Inglês antes, que tenha somente o aprendizado ministrado pelas escolas públicas ou particulares, pode aprender Inglês, desde o primeiro dia de aula, tendo o professor falando Inglês o tempo todo?

 

Sim e não!

 

Sim, dependendo dos recursos de que o curso de Inglês dispõe. Elementos visuais, explicações do professor envolvendo o que chamamos de body language, ou seja, uma linguagem corporal que também ajude a transmitir aquela ideia de uma maneira clara. Tudo isso vai contribuir para que as aulas possam ser em Inglês, desde o início do curso.

 

 

Não, quando o professor não dispõe de recursos adequados de apoio, não tendo uma habilidade natural para utilizar elementos de mímica e dramatização, que fazem toda a diferença para o entendimento do conteúdo diretamente em Inglês.

 

Aula interativa – O que é? Quais os benefícios no aprendizado de inglês?

 

A importância da primeira aula

 

Existe um ditado que diz: a primeira impressão é a que fica, certo? Pois é; tudo depende do momento inicial de interação entre professor e alunos já no primeiro momento. Não adianta o professor dispor dos recursos mencionados e não promover um ambiente de confiança para que o aluno se sinta à vontade para aprender.

 

Há casos de grupos de alunos, ou um aluno específico, que se sente, de cara, intimidado pela postura de um professor já na primeira aula. A partir disso, sejam as explicações em Inglês ou Português, já se tem um processo de aprendizado fadado ao não sucesso, visto que as condições necessárias de empatia e confiança não foram estabelecidas.

 

Além disso, há alguns aspectos que devem ser considerados, pela escola e/ou professor, quanto ao volume de utilização de Português em sala de aula.

 

Minha sincera opinião é: todos os alunos, desde o princípio, tem condições de, desde a aula zero, iniciar seu aprendizado já mergulhados no idioma foco, o Inglês.

 

 

Porém, minha experiência como docente mostra que alguns alunos, mais do que outros, apresentam uma resistência muito maior ao aprendizado diretamente em Inglês. Para esses, a ponte Inglês-Português é, em momentos específicos da aula, crucial para que seu entendimento de tópicos gramaticais, por exemplo, seja feito com eficiência.

 

Esse aluno participa da aula, parece entender o tópico gramatical quando o professor o explica diretamente em Inglês, mas se atrapalha completamente quando vai fazer as atividades de tarefa – homework. A razão? Simplesmente pelo fato de que, na hora da consolidação em exercícios de escrita, que geralmente pedem uma análise lógica de pensamento, esses alunos se encontram sem referência e buscam diretamente no Português esse apoio.  Como esse não foi dado em aula, o apoio em Português, o aluno acaba perdido.

 

Portanto, se faz necessário que o professor faça um mapeamento daqueles alunos que possuam esse estilo de aprendizado para que, paralelamente em sala de aula, iniciem um processo de validação/tradução dos pontos chaves gramaticais de forma sutil, rápida, para que isso seja direcionado somente a esses alunos específicos.

 

Conclusão

 

Acredito que ninguém se dispõe a atravessar uma ponte para ir de um lugar bom para um pior. Da mesma forma, há de se estabelecer critérios para saber em que momentos essa ponte Inglês-Português deve ser atravessada sob pena de nós termos, devido ao excesso de travessias, alunos cuja fluência seja prejudicada por sua eterna dependência de comparações entre os dois idiomas.

 

Cautela e bom discernimento são artigos recomendáveis em qualquer área de nossas vidas. Por qual razão isso não se aplicaria ao aprendizado de Inglês?

 

Um comentário sobre “Inglês – Português – Essa ponte deve ser usada nos seus estudos de Inglês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *